Música: Garota de Ipanema (vários intérpretes)

1566

A música Garota de Ipanema foi originalmente composta em 1962.

Vinícius de Moraes fez a letra da música Garota de Ipanema inspirado numa moça que passava freqüentemente em frente ao Bar Veloso em Ipanema.

Esta moça chamava-se Heloísa Eneida Menezes Pais Pinto – mais conhecida como Helô Pinheiro.

Tom e Vinícius estavam freqüentemente presentes no bar, que possuía pequenas mesas na calçada.

A Garota de Ipanema, Heloísa, morava na rua Montenegro número 22 e somente dois anos e meio depois, já com namorado, que ficou sabendo que era a inspiração da canção.

Garota de Ipanema é uma das canções mais famosas da bossa nova e MPB.

A gravação em inglês (letra de Norman Gimbel), pela cantora Astrud Gilberto em 1963, lançou The Girl from Ipanema como sucesso mundial.

A verdadeira Garota de Ipanema

Divulgado por Vinícius de Moraes em 1965:

Seu nome é Heloísa Eneida Menezes Paes Pinto, mas todos a chamam de Helô.

Há três anos ela passava, ali no cruzamento de Montenegro e Prudente de Morais, em demanda da praia, e nós a achávamos demais. Do nosso posto de observação, no Veloso, enxugando a nossa cervejinha, Tom e eu emudecíamos à sua vinda maravilhosa.

O ar ficava mais volátil como para facilitar-lhe o divino balanço do andar. E lá ia ela toda linda, a garota de Ipanema, desenvolvendo no percurso a geometria espacial do seu balanceio quase samba, e cuja fórmula teria escapado ao próprio Einstein; seria preciso um Antônio Carlos Jobim para pedir ao piano, em grande e religiosa intimidade, a revelação do seu segredo.

Para ela fizemos, com todo o respeito e mudo encantamento, o samba que a colocou nas manchetes do mundo inteiro e fez de nossa querida Ipanema uma palavra mágica para os ouvintes estrangeiros. Ela foi e é para nós o paradigma do broto carioca; a moça dourada, misto de flor e sereia, cheia de luz e de graça mas cuja a visão é também triste, pois carrega consigo, a caminho do mar, o sentimento da mocidade que passa, da beleza que não é só nossa – é um dom da vida em seu lindo e melancólico fluir e refluir constante.

Contrariando o nome do quadro 3×1, veja abaixo várias versões dessa que é uma das músicas mais regravadas da história da música mundial.

Tom Jobim e Vinicius de Moraes

Roberto Carlos e Caetano Veloso

Frank Sinatra

Astrud Gilberto – 1964

Andy Williams e Tom Jobim – 1965

Elis Regina e Hermeto Paschoal – 1979

Fontes: Site Oficial da Garota de Ipanema e Youtube